HOMENAGEADA NO 2º MULHERES ETERNAS

IMG_6523.heic

Francisca Luzia da Silva - AP

De Macapá (1854-1954), descendente do povo Bantu e escravizada, Francisca Luzia da Silva, carinhosamente chamada de 'Mãe Luzia', foi considerada a primeira 'doutora' do Amapá.

 

Lavadeira e passadeira, também aprendeu o ofício de parteira com a mãe e foi reconhecida por este trabalho, sendo, inclusive, contratada pela prefeitura.

 

Mãe Luzia tinha popularidade por seus talentos, mas isso não mudava sua realidade de dificuldades. Sua força e coragem se eternizaram em poemas e outras obras de arte.

 

Seu nome foi dado à Maternidade e à Rede de Parteiras Tradicionais do Amapá.